Home > Blog > Uma Sabesp 3D
Uma Sabesp 3D

Uma Sabesp 3D

Sim, você leu direito: a Sabesp. 375 municípios atendidos. Fornecimento de água para 28,1 milhões de pessoas, e tratamento de esgoto para 24,5 milhões. Uma das maiores organizações do mundo em termos de clientes atendidos.

O desafio era grande. Desenvolver uma maneira de aproximar a dinâmica do escritório do profissional da ponta do processo – ou seja – integrar o ambiente corporativo ao trabalho de campo.

MentoreIT e Sabesp

Fundada em 2003 como uma fábrica de software, a MentoreIT tem experiência em diversos setores, buscando sempre atingir melhores níveis de eficácia com base no conceito da indústria 4.0.

Utilizando sua expertise vinda de outros casos, a empresa conseguiu detectar demandas específicas entre corporativo e campo, e arquitetou estruturas virtuais tridimensionais das instalações, mapeando os ambientes e agregando informações de diversos sistemas. Dessa maneira, é possível agora fazer monitoramento de equipamentos por meio de dispositivos móveis ou de realidade mista, de modo muito mais preciso.

Essa plataforma surgiu para que a Sabesp conseguisse elevar o nível de manutenção na Diretoria Metropolitana, melhorando o gerenciamento de ativos e monitoramento de equipamentos e tubulações.

“Precisávamos ter um melhor conhecimento visando reduzir o tempo de atendimento na parte de manutenção para a gestão de ativos para a parte eletromecânica e a parte de tubulação enterrada”, explica Marcelo Fornaziero, gerente de departamento MP Sabesp. Com o conhecimento disponível na plataforma, não há mais a necessidade de enviar um profissional específico ao local e a localização dos ativos também foi simplificada.

A Sabesp já tinha familiaridade com o ambiente Azure, e a solução fez a integração com todos os sistemas internos do usuário – dos bancos de dados até as informações geográficas de cada ativo – e foi desenvolvida com base no Azure, e apoio da Advanced Info, empresa parceira Microsoft. Foi utilizado um banco de dados SQL como mecanismo de armazenamento de PaaS (Plataforma como Serviço), fazendo com que grande parte das funções de gerenciamento não necessitem de usuário, e trazendo enormes ganhos em termos de custos.

Os resultados falam por si. Identificados e mapeados diversos pontos de interesse, e criadas as réplicas virtuais das instalações, uma enorme gama de informações tornou-se disponível em qualquer equipamento mobile ou dispositivos de realidade mista – utilizados pela Sabesp – que contam com ainda mais funcionalidades. A plataforma também é monitorada online pela MentoreIT, sem interferência para o usuário e, como a solução é Azure, permite o gerenciamento do uso de serviços Microsoft.

Dessa maneira, tornou-se mais eficaz a localização de ativos, o que também levou à manutenção assistida (assistência virtual por meio de realidade aumentada) – que pode preservar até mesmo a saúde de profissionais de idade mais elevada, em tempos de crise sanitária.

E as empresas já visualizam o futuro. Todas as estações já estão sendo digitalizadas em ambientes 3D, para que já seja possível trabalhar nesse modelo para a construção e reformas de instalações, e expansão das redes de esgoto.

>>Leia o case completo<<