Home > Blog > RDS: trabalhe à distância com serviços de área de trabalho remoto
RDS: trabalhe à distância com serviços de área de trabalho remoto

RDS: trabalhe à distância com serviços de área de trabalho remoto

Neste cenário de home office e colaboração à distância, muitas empresas ainda não migraram seus servidores para a Nuvem, mantendo-os ligados em suas sedes, mas sem que os administradores possam entrar nessas salas para operá-los ou resolver eventuais problemas. Para isso, existe o recurso de Remote Desktop Services (RDS) ou “serviços de área de trabalho remoto”.

 

O que é RDS e para que serve?

As Remote Desktop Services (RDS) são uma plataforma de soluções que já existem nas versões professional e enterprise do Windows 10. Essa plataforma permite que os administradores criem e gerenciem, à distância, servidores e máquinas virtuais ou sessões para os funcionários da empresa (usuários) trabalharem.

Esses usuários, por sua vez, poderão acessar áreas de trabalho, programas e sistemas da empresa como se estivessem na frente de outro computador – a diferença é que esse “computador” onde ele está trabalhando encontra-se dentro do servidor da empresa. Tudo isso com total segurança das informações e permissões dadas pelos administradores, claro.

 

Conexão remota NÃO É serviço remoto

O recurso de RDS pode ser facilmente confundido com outro recurso comum dentro das versões profissionais do Windows 10, a conexão remota. Através dela, um administrador consegue se conectar remotamente ao computador de um usuário. Um rápido recurso usado para executar rápidas tarefas como instalar ou desinstalar programas, por exemplo.

 

O RDS, por sua vez, permite que o administrador e/ ou o usuário possam se conectar remotamente a serviços ou aplicações encontrados em um servidor local ou mesmo na Nuvem – esses serviços e aplicações podem ser sistemas como ERPs e CRMs entre outros ou computadores virtuais de alto poder de processamento.

Virtualização e sessão

Existem duas formas de os administradores oferecerem serviços de RDS aos usuários da empresa:

virtualização – o administrador cria máquinas virtuais para cada usuário dentro do servidor. Quando um usuário se conecta no ambiente remoto, ele é direcionado para sua “máquina”, que somente ele vai utilizar. Ideal para oferecer alta performance àqueles usuários que precisam de poder de computação no uso de softwares mais “pesados” como, por exemplo, um editor de vídeo que exige bastante processamento e memória.

sessão – uma única máquina virtual é criada dentro do servidor e, dentro dela, é criada uma “seção” para cada usuário. Esse modelo é ideal para oferecer aos usuários o acesso a ferramentas específicas que operam dentro do servidor como, por exemplo, sistemas de ERP, CRM, etc.

 

Faça uso do RDS em sua empresa

A Advanced INFO possui equipe especializada na implementação do RDS em sua empresa para que seus administradores e usuários possam aproveitar todos os recursos e facilidades que a plataforma oferece. Entre em contato com nossos gerentes de conta para conversarmos a respeito:

  11 98999 0206  comercial@advancedinfo.com.br 11 2099 9920

 

Interessou-se pelo artigo? Entre em contato conosco e fale mais sobre sua necessidade deste produto / serviço