fbpx
+55 (11) 2099-9939 comercial@advancedinfo.com.br

Se sua empresa acredita na suposição de que o trabalho à distância está em alta, ela está certa. Na verdade, segundo a Bloomberg, “nos EUA, 60% das empresas oferecem acordos de trabalho remoto, em comparação com apenas 20% em 1996”. Isso também é uma tendência popular na Índia, na Indonésia e no México. Isso significa que você provavelmente já trabalha com uma equipe remota ou está prestes a contratar seu primeiro funcionário remoto. Gerenciar uma equipe online (e fazer parte de uma) traz seu próprio conjunto de peculiaridades e exige muita confiança da parte de todos.

Claro, ao liderar equipes online, a confiança é provavelmente a parte mais difícil, e é algo que você só precisa “sentir”. No entanto, existem ferramentas de liderança e uma ampla variedade de tecnologias que ajudam a cultivar relacionamentos com seus colegas e seus subordinados diretos, o que ajuda a desenvolver relacionamentos de trabalho fáceis e dinâmicos, com muito respeito e confiança mútua. As quatro ferramentas eficazes para o gerenciamento de equipes remotas incluem:

  • Chamadas com vídeo: o email é ótimo para comunicar informações sobre projetos que seu grupo precisará consultar posteriormente, enviar uma nota rápida sobre uma reunião ou PTP futura etc. No entanto, no caso das sessões de brainstorm, avaliações de desempenho de funcionários ou sempre que você precisar ser um pouco mais persuasivo, nada superará uma reunião cara a cara, que é onde entra a chamada com vídeo. Afinal de contas, a chamada com vídeo permite que as pessoas vejam umas às outras, sintam a personalidade e o humor e captem nuances e entonações. Isso facilita o compartilhamento de ideias e é de grande ajuda em conversas difíceis e na exposição de seu ponto de vista.
  • Chat/mensagem instantânea: quando você lidera equipes online, é impossível experimentar o mesmo nível de espontaneidade que você teria em um escritório tradicional. No entanto, com um cliente de bate-papo, ainda é possível ter essas conversas rápidas, apesar de elas não ocorrerem na cantina da empresa. O melhor de tudo é que, se você quiser executar uma ideia com mais de uma pessoa de cada vez, a maioria dos clientes de bate-papo dará essa opção, facilitando e agilizando o trabalho com ideias e problema.
  • Espaço de trabalho compartilhado: não importa se você está gerenciando equipes globais ou apenas trabalhando com algumas pessoas do outro lado da cidade, é provável que em algum momento você precise colaborar em uma apresentação, entregas de clientes ou seus próprios documentos e processos internos. Claro, você pode fazer tudo usando o email, mas o controle de versão pode rapidamente se tornar um pesadelo, e é aí que os espaços de trabalho compartilhados entram. Ao oferecer um local central onde todos os membros do grupo podem trabalhar nos mesmos arquivos em tempo real e ver o que os outros fizeram, é possível manter o controle de versão e simplificar o processo de criação.
  • Listas de tarefas virtuais compartilhadas: quando você trabalha com equipes online em vários fusos horários, manter todos atualizados em projetos compartilhados é mais do que desafiador. Mas, com listas de tarefas virtuais, sua equipe (ou membros selecionados da equipe) pode ver listas de todas as tarefas e seus status, e isso facilita o trabalho de compartilhamento e/ou de manter todos informados. E para agilizar ainda mais, alguns dos aplicativos que apresentam listas de tarefas virtuais também oferecem a opção de anexar arquivos a tarefas, trabalhar em conjunto nesses arquivos e até compartilhar notas e conversas sobre eles sem precisar usar um aplicativo separado, o que facilita o trabalho em conjunto, mesmo quando seus horários não estão sincronizados.

Qualquer pessoa que supervisiona equipes globais e/ou uma força de trabalho virtual já experimentou em primeira mão os desafios gerados pelo gerenciamento remoto. No entanto, a popularidade do trabalho à distância tem apenas aumentado, portanto, faz sentido investir na tecnologia necessária para criar experiências colaborativas, desenvolver relacionamentos pessoais e apresentar projetos de destaque. Felizmente, essa tecnologia já existe, é apenas uma questão de encontrar a solução certa para seu pessoal e sua organização.