Home > Blog > Aprenda as práticas recomendadas para automação em nuvem
Aprenda as práticas recomendadas para automação em nuvem

Aprenda as práticas recomendadas para automação em nuvem

A natureza distribuída e orientada por API da computação em nuvem complementa as práticas de desenvolvimento e gerenciamento que enfatizam a velocidade e a consistência por meio da automação de carga de trabalho, mas apenas se as equipes de TI souberem o que estão fazendo.

Para usuários do Microsoft Azure, há várias maneiras de automatizar as cargas de trabalho para que as equipes de TI não fiquem sobrecarregadas com processos servis e redundantes.

Ferramentas como a Automação do Azure são personalizadas para esse propósito específico, e com as técnicas adequadas, podem facilitar essas ações.

Separamos algumas dicas úteis para automação de nuvem no Azure, bem como algumas soluções alternativas para usar quando as ferramentas nativas não forem suficientes. Aprenda como sua equipe de TI pode dedicar menos tempo a tarefas repetitivas e mais tempo para fazer o que é mais importante para os negócios.

Automação do Azure é um dos melhores lugares para começar, se você deseja incorporar a automação da nuvem em suas cargas de trabalho

Basicamente, as equipes de TI podem usar o Microsoft Azure para eliminar muitas tarefas tediosas associadas à implantação ou monitoramento de recursos.

A Automação do Azure depende de runbooks, uma compilação de procedimentos e operações de rotina que o administrador ou operador do sistema realiza, que ditam um conjunto de tarefas ordenadas.

Esses runbooks podem ser agendados ou atribuídos para responder a alertas de outros runbooks. As equipes de TI devem criá-los para lidar com tarefas repetitivas que os tornam mais lentos ou que apresentam riscos por meio de ações sujeitas a erros.

Por exemplo, você pode usar o serviço para agrupar tarefas de processamento transacional para se recuperar mais rapidamente de falhas de upload. Ou você pode estabelecer uma linha de base de configuração para suas máquinas virtuais (VMs) e automatizar verificações para garantir que essas instâncias estejam no estado desejado.

Vamos às dicas.

1.   Utilize tags para organizar e rastrear o fluxo de trabalho

As cargas de trabalho baseadas na nuvem produzem montanhas de dados granulares que podem ser usados ​​para analisar a segurança e o desempenho do aplicativo, e é por isso que você precisa de políticas para organizar e dar sentido a tudo isso.

A marcação com uso de tags é um componente essencial para a automação aprimorada na nuvem da Microsoft. Os desenvolvedores e administradores podem usar marcas no Azure para coletar e relatar metadados de uma variedade de recursos do Azure.

A primeira etapa é identificar por que você deseja usar uma tag. Se você deseja saber se um ambiente está em produção ou teste, atribua tags de ambiente. Se você quiser saber qual departamento é responsável pelos recursos, use a tag “Departamento” e assim por diante.

A partir daí, certifique-se de que as marcas sejam aplicadas de forma consistente e amplamente adotadas para que você possa aplicar políticas e adicionar mais automação ao seu ambiente do Azure.

2.   Conheça suas opções sem servidor

A computação sem servidor fornece uma camada de abstração que transfere a manutenção da infraestrutura subjacente para o provedor de nuvem. Essa é uma forma de automação da carga de trabalho por si só, mas as equipes de TI podem dar um passo adiante com as ferramentas certas.

Os desenvolvedores e administradores podem usar uma variedade de ofertas sem servidor no Azure, mas precisam entender como desejam que seu fluxo de trabalho opere para selecionar os serviços certos. Para começar, determine se seu aplicativo tem sua própria lógica para direcionar eventos e gatilhos ou se essa orquestração é definida por outra coisa.

Outros aplicativos sem servidor requerem uma estrutura externa, aplicativos lógicos ou grade de eventos. Aplicativos lógicos são uma boa escolha para processamento de transações front-end com base em funções, uma vez que lida com grande parte da integração de dados e processos de estado.

3.   Replique os aplicativos com essas soluções alternativas

Claro, nem tudo pode ser automatizado em ambientes de nuvem. Por exemplo, não há atualmente nenhuma ferramenta do Azure que possa ser usada para clonar facilmente um ambiente de aplicativo inteiro e todas as suas dependências – para grande desgosto de alguns administradores e desenvolvedores de nuvem.

Uma opção é usar modelos de infraestrutura como código no Azure Resource Manager para clonar grupos de recursos relacionados.

O modelo pode então ser usado para recriar a instância, embora essa abordagem tenha algumas limitações. Os modelos não replicam dados e nem tudo será transferido – como as políticas de acesso do Azure Key Vault – então você precisará usar o Explorador de Recursos (Resource Explorer) ou outra documentação para declarar recursos manualmente.

Outra opção é usar o botão de captura no Portal do Azure para criar uma nova imagem de disco com base em uma VM de origem. No entanto, várias outras etapas devem ser executadas primeiro para preparar a VM de origem – etapas que variam dependendo se você usa Windows ou Linux. Além disso, a VM de origem não pode ser usada após capturar uma imagem de máquina, portanto, não use essa técnica para VMs de produção.

Automação em nuvem com Microsoft Azure

A Automação do Azure oferece um serviço de automação e configuração baseado em nuvem que oferece suporte ao gerenciamento consistente em seus ambientes Azure e não Azure.

Isso inclui automação de processos, gerenciamento de configuração, de atualização, recursos compartilhados e heterogêneos. A automação oferece controle completo durante a implantação, operações e desativação de cargas de trabalho e recursos.

A automação de processos na automação do Azure permite que você automatize tarefas de gerenciamento de nuvem frequentes, demoradas e sujeitas a erros. Este serviço ajuda você a se concentrar no trabalho que agrega valor ao negócio. Ao reduzir os erros e aumentar a eficiência, também ajuda a diminuir os custos operacionais.

Além disso, a automação de processos oferece suporte à integração de serviços do Azure e outros sistemas públicos necessários para implantar, configurar e gerenciar seus processos de ponta a ponta.

O serviço permite que você crie runbooks graficamente, em PowerShell ou usando Python. Usando um Hybrid Runbook Worker , você pode unificar o gerenciamento orquestrando em ambientes locais.

Economize tempo e reduza os custos indiretos

Automatize todas as tarefas de gerenciamento de nuvem frequentes, demoradas e sujeitas a erros.

O serviço de Automação do Azure ajuda você a se concentrar no trabalho que agrega valor aos negócios. Ao reduzir os erros e aumentar a eficiência, também ajuda a diminuir os custos operacionais.

Microsoft Azure é a plataforma de computação em nuvem pública da Microsoft. Ela fornece uma variedade de serviços em nuvem, incluindo computação, análise, armazenamento e rede. Os usuários podem escolher entre esses serviços para desenvolver e dimensionar novos aplicativos ou executar os aplicativos existentes na nuvem pública .

A plataforma Azure visa ajudar as empresas a gerenciar desafios e cumprir suas metas organizacionais. Ela oferece ferramentas que suportam todos os setores – incluindo e-commerce, finanças e uma variedade de empresas da Fortune 500 – e é compatível com tecnologias de código aberto. Isso fornece aos usuários a flexibilidade de usar suas ferramentas e tecnologias preferidas.

Com a ajuda do Azure, alcance suas metas de curto e longo prazos com uma estrutura de adoção de nuvem comprovada e projetada para ajudá-lo a criar e alinhar suas estratégias técnicas e empresariais.

Sobre a Advanced Info

Atuante no mercado de tecnologia desde 1987, a Advanced INFO se posiciona como líder em soluções e Nuvem e Modern Workplace, ajudando empresas de todo tipo e porte a percorrer a jornada de transformação digital para que façam parte da chamada 4ª Revolução Industrial.

Com a certificação Microsoft Gold Partner, nos classificamos como uma das maiores revendedoras da tecnologia da empresa no Brasil, dispondo aos nossos clientes toda a gama de tecnologias presentes na Azure, a plataforma de Nuvem da Microsoft, e na suíte de aplicativos e serviços Office 365.